13 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLICIA Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019, 11:00 - A | A

Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019, 11h:00 - A | A

PERDÃO

MPE recorre contra perdão a Gerson e quer aumentar pena de Zaqueu; Absolvição de Lesco não é questionada

OLHAR DIRETO

O promotor de Justiça Allan Sidney do Ó Souza, membro do Ministério Público de Mato Grosso (MPE), ofereceu recurso de apelação contra sentença que concedeu perdão judicial ao cabo da Polícia Militar, Gerson Correa Junior, e que condenou o coronel Zaquel Barbosa a oito anos de reclusão. A absolvição de Evandro Alexandre Ferraz Lesco não foi questionada. 


 
Segundo o órgão ministerial, houve concessão indevida de colaboração premiada unilateral. Além do perdão a Gerson, Zaqueu foi beneficiado com a redução de 2/3 da pena. A apelação foi oferecida no dia 12 de novembro. A argumentação do recurso deve ser exposta em fase posterior.
 
Na noite de quinta-feira, sete de novembro, o conselho de sentença da Justiça Militar, por maioria, concedeu perdão judicial a Gerson, considerando a colaboração feita ao processo. 
 
O coronéis Evandro Alexandre Ferraz Lesco e Ronelson Jorge de Barros, e o tenente-coronel Januário Antônio Batista  foram absolvidos. 
 
Por unanimidade, o conselho condenou Zaqueu a pena de 8 anos em regime inicial semiaberto, com remessa dos autos ao Procurador Geral do Estado para possível propositura de perda da patente.



As alegações finais do MPE chegou chegaram a pedir condenação de Lesco. Porém, a sentença foi acatada pelo órgão. 
 
O esquema

Reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo, revelou ue a Polícia Militar em Mato Grosso “grampeou” de maneira irregular uma lista de pessoas que não eram investigadas.
 
A matéria destacou como vítimas a deputada estadual Janaína Riva (MDB), o advogado José do Patrocínio e o jornalista José Marcondes, conhecido como Muvuca. Eles são apenas alguns dos “monitorados”, dentre médicos, empresários e funcionários públicos.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image