24 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

POLICIA Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2023, 14:35 - A | A

Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2023, 14h:35 - A | A

REFORÇO NA CORPORAÇÃO

MT tem 114 alunos em formação para atuarem como soldados e oficiais do Corpo de Bombeiros

Redação

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso está formando 114 novos soldados e oficiais para reforçar o efetivo no Estado e garantir a preservação de patrimônios, natureza e resguardo da vida dos mato-grossenses. A formatura das turmas estão previstas para 2024 e 2025.

“Este reforço na corporação é sinônimo de mais segurança para os mato-grossenses. Com o aumento do efetivo, vamos poder salvar ainda mais vidas com bombeiros altamente capacitados e garantir a preservação de patrimônios públicos e privados, como também do meio-ambiente durante o período de incêndios florestais”, destacou o comandante-geral dos Bombeiros, coronel Alessandro Borges.

Para o secretário de Segurança Pública (Sesp), César Roveri, a convocação de novos militares no Corpo de Bombeiros e demais forças de segurança, é prova de que o atual Governo está investindo na melhoria das condições de trabalho, aparelhamento e modernização das forças, inclusive com construção de unidades, aquisição de viaturas, armamentos, vigilância eletrônica e diversas ações para atender os cidadãos de Mato Grosso.

“O ingresso de novos profissionais no Corpo de Bombeiros, assim como vem acontecendo nas outras forças policiais, comprova o quanto o governador Mauro Mendes se preocupa com a segurança da população mato-grossense. Preocupa-se não somente com a prevenção e repressão da criminalidade”, afirmou o secretário.

Os 100 alunos deram início ao Curso de Formação de Soldados (CFSD) em julho. Desde então, eles são capacitados nas principais áreas de atuação do bombeiro militar, sendo elas: salvamento terrestre, aquático e em altura, atendimento pré-hospitalar, combate a incêndios, mergulho, atendimento de ocorrências e produtos perigosos. A formatura está prevista para julho de 2024.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).



“Durante um ano, os alunos passam por diversas disciplinas para estarem aptos para exercer qualquer atividade bombeiro militar. Estamos entrando na segunda metade do curso, quando os alunos passam a atuar em estágios operacionais para ter experiência prática de formação”, explicou major Henrique Acendino, coordenador do curso.

Bárbara Andrade, de 30 anos, é um dos 100 alunos que ingressaram no CFSD. Ela será a primeira militar da família e conta que tem passado por uma imersão de conhecimento.

“A profissão do bombeiro militar exige o alto conhecimento técnico para uma atuação com excelência. É assim que estamos sendo forjados durante esses doze meses de curso. Além do aprendizado físico e intelectual, temos muitos ensinamentos e crescimento pessoal dentro do CFSD. Tenho certeza que sairemos daqui extremamente diferentes da forma como entramos. Seremos pessoas melhores e profissionais dedicados a servir a população e honrar a corporação”, disse.

Já Marcelo Novais, de 24 anos, conta que o curso tem superado todas suas expectativas. Ele destaca que o profissionalismo dos bombeiros que capacitam os alunos tem sido primordial durante o curso de formação

“Na parte técnica, temos uma equipe de coordenação e instrução de alta competência. São extremamente profissionais, que nos ensinam e passam confiança para que no futuro possamos desempenhar o nosso papel como eles. O bombeiro militar é extremamente técnico e necessita desta boa capacitação para desempenhar um serviço de qualidade. Tenho orgulho de poder fazer parte desta instituição com esta nobre missão de salvar vidas e patrimônios”, contou.

Formação de oficiais

Além de soldados, também são formados 14 oficiais para o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso e cinco de Rondônia no 1º Batalhão, em Cuiabá. Esta é a primeira vez que o Estado realiza o curso, que tem duração de dois anos.

“Os alunos iniciaram o curso em julho deste ano. São mais de 4 mil horas-aulas de instruções teóricas e práticas. Após formados, são declarados aspirantes a oficial e estarão prontos para atuar nas mais diversas ocorrências. Esse reforço será fundamental para Mato Grosso”, afirmou o coordenador do curso, tenente-coronel Mario Faro.

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image