15 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

AGRONEGÓCIO Terça-feira, 19 de Dezembro de 2023, 14:16 - A | A

Terça-feira, 19 de Dezembro de 2023, 14h:16 - A | A

DECISÃO

Governo federal antecipa aumento da mistura obrigatória de biodiesel no diesel

ESTADÃO CONTEÚDO

O governo federal decidiu nesta terça-feira (19) antecipar o aumento da mistura obrigatória de biodiesel no diesel vendido no Brasil.

A mistura passará de 12% para 14% (mistura B14) a partir de março de 2024 e para 15% (B15) em 2025.

A decisão foi tomada durante reunião do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), órgão responsável por assessorar na formulação de políticas e diretrizes de energia.

O encontro do grupo, presidido pelo ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Até então, o calendário previa que o teor fosse elevado para 13% (mistura B13) em abril de 2024, para 14% (mistura B14) em abril de 2025 e para 15% (mistura B15) em abril de 2026.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

As datas haviam sido fixadas em março deste ano, quando foi aprovado o aumento para 12% da mistura.

A medida atende em parte pleito de segmentos que atuam no setor de agronegócio e do biodiesel, que vem defendendo a antecipação do cronograma junto ao governo nos últimos meses.

Já as distribuidoras de combustíveis são contra a antecipação.

O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) já havia manifestado “preocupação” com a antecipação desse calendário e ameaças de vedação à importação de biodiesel, hoje limitada a 20% do volume necessário ao cumprimento do mandato.

Importação de biodiesel suspensa

Além disso, o ministro disse que as importações de biodiesel seguem suspensas até que o grupo de trabalho criado no âmbito da pasta conclua os estudos dos impactos da importação aprovada e regulamentada em novembro do ano passado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

“Fica suspensa a importação deliberada pela ANP, até que um grupo de trabalho decida se essa é ou não a melhor estratégia nacional”, disse.

 

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image