13 de Julho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Sexta-feira, 04 de Outubro de 2019, 16:03 - A | A

Sexta-feira, 04 de Outubro de 2019, 16h:03 - A | A

OBRIGATORIEDADE

Beneficiários do Bolsa Família devem fazer acompanhamento de saúde para não perder o benefício

Assessoria

Pessoas que recebem o auxílio do Programa Bolsa Família devem ficar atentos às condições para a continuidade do recebimento do benefício. As famílias beneficiárias devem comparecer a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência para cumprir a condicionalidade da saúde que são: o acompanhamento do calendário vacinal, a pesagem e mensuração da estatura das crianças e a realização de pré-natal, no caso das gestantes.

 



 

De acordo com Wellington Assunção Ferreira, Coordenador de Programas Estratégicos da Secretaria Municipal de Saúde, estes procedimentos são obrigatórios para que os beneficiários continuem aderidos ao programa. “As famílias devem ser acompanhadas duas vezes ao ano e o acompanhamento é obrigatório sendo, um no primeiro semestre, nos meses de março e abril, e outro no segundo semestre, em setembro e outubro e começo de novembro. Caso o beneficiário mude de endereço, ele deve ir ao Centro de Referência de Assistência Social mais perto de sua residência com documentos pessoais e comprovante de endereço para fazer a alteração cadastral”, explicou.

O coordenador enfatiza ainda que, caso o beneficiário não cumpra corretamente com o acompanhamento de saúde obrigatório, ele corre o risco de ter o benefício suspenso. “A segunda vigência de 2019 para acompanhamento das famílias beneficiárias nas Unidades de Saúde vai até o dia 14 de novembro. Então, as famílias que ainda não fizeram o acompanhamento neste segundo semestre devem ir o quanto antes, para não perder o benefício”.

A família deve levar para o acompanhamento na UBS a caderneta de vacinação das crianças, e caso tenha alguma gestante, deve levar a caderneta de gestante. Além disso, o responsável legal precisa levar o cartão do benefício e documentação pessoal com foto. O acompanhamento deverá ser feito no Centro de saúde ou PSF mais próxima da residência, de segunda-feira à sexta-feira, das 7 h às 11h e das 13h às 17h.

 



 

BOLSA FAMÍLIA

O Bolsa Família é um programa federal de transferência de renda destinado às famílias em situação de extrema pobreza (famílias com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais) e pobreza (famílias com renda por pessoa entre  R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos). O programa além de associar à transferência direta do benefício financeiro, oferta o acesso aos direitos sociais básicos: saúde, educação e assistência social.

 

.

FONTE: Assessoria

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image