24 de Junho de 2024

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

GERAL Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2023, 11:35 - A | A

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2023, 11h:35 - A | A

ARTIGO

Hospital de Câncer inova com espaço de Práticas Integrativas para pacientes oncológicos

Referência em oncologia no estado, o HCanMT está sempre em busca de oferecer o melhor tratamento e bem estar aos pacientes

Caroline Cunha Morita

Ao abrir a porta de uma sala discreta na Clínica Médica do Hospital de Câncer de Mato Grosso, nos deparamos com leds azuis, o som de água correndo e pássaros cantando. Na poltrona, está sentada dona Odete, paciente oncológica internada há quase dois meses.

As dores nas pernas, que já se tornaram comuns, vão sendo aliviadas pelas mãos das Fisioterapeutas. Nos pés da paciente, elas sentem os pontos de pressão, e com movimentos delicados e firmes, estimulam o relaxamento do corpo inteiro.

Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI).

Esta cena se torna cada vez mais comum na Clínica Médica do HCanMT, um espaço criado com foco no cuidado humanizado ao paciente. O que as Fisioterapeutas estão fazendo não é apenas uma massagem, mas uma técnica específica conhecida como Reflexologia, que busca tratar o corpo inteiro do paciente através de pontos nos pés.

A reflexologia faz parte das chamadas Práticas Integrativas Complementares em Saúde, ou PICS, que aos poucos estão sendo integradas na rotina de cuidados. Sessões de Auriculoterapia, Cromoterapia, Reiki, Aromaterapia e Massagens Relaxantes já são oferecidas aos pacientes no Hospital que é referência em tratamento oncológico para todo o estado.

Após receber atendimento de Auriculoterapia e Reflexologia, dona Odete conta que dormiu muito bem e sem dores, e já pergunta ansiosa quando pode voltar para outra sessão.

Com a inauguração da Clínica Médica Prudenciana Nogueira de Moraes, o Hospital também ganhou este espaço, a primeira sala de Práticas Integrativas da instituição, que mais uma vez se mostra pioneira nos cuidados aos pacientes. O atendimento, porém, vai além das paredes da pequena sala. Pacientes acamados em seus leitos também recebem o tratamento, sob a vista do lindo jardim emoldurado pelas janelas presentes em cada quarto.

Segundo a Gerente de Fisioterapia Caroline Cunha, responsável pelo trabalho, o uso das práticas integrativas visa trazer mais bem estar ao paciente. “Buscamos aliviar um pouco as dores e anseios que o paciente sente por estar internado, por lutar contra um câncer. O alívio das dores e tensões ajudam a pessoa a dormir melhor, e todos nós sabemos a diferença que faz uma noite bem dormida.”

Para Caroline, as PICS também possuem um benefício mais subjetivo, uma vez que proporcionam ao paciente momentos de reflexão e a oportunidade de falar sobre o seu corpo e perceber as sensações. Segundo ela, o equilíbrio emocional e autoconhecimento resultantes destes momentos são etapas importantes do tratamento.

 

Sustentabilidade das Práticas Integrativas

O Hospital de Câncer de Mato Grosso é uma das poucas instituições no estado a oferecerem Práticas Integrativas aos pacientes atendidos pelo SUS. E não à toa, já que são atendimentos reconhecidos pelo sistema público, porém sem remuneração financeira. Isso significa que o Hospital não recebe pelos atendimentos realizados.

“Somos muito gratos aos parceiros e doadores, que nos possibilitam realizar este tipo de trabalho tão importante”, afirma Renata Oliveira, Diretora Administrativa do HCanMT. Segundo ela, muitas das inovações e a qualidade prezada pela instituição só existem graças ao apoio de centenas de pessoas e empresas.

Caroline nos conta que o objetivo é ampliar aos poucos os atendimentos e incluir outras práticas. “No início, é difícil mostrar o valor das Práticas Integrativas, em meio a tantas variáveis. Porém, receber uma ligação e ouvir que a paciente que estava há semanas se queixando de dor e insônia está agora em um sono profundo, depois de uma sessão de Reiki, não tem preço.”

Dona Odete, a primeira paciente atendida, reafirma a confiança da Gerente de Fisioterapia no sucesso do projeto. Apesar da vontade de voltar para casa, ela já contou que terá todo o prazer de retornar ao Hospital, apenas para continuar com as sessões de reflexologia.

 

Caroline Cunha Morita – Gerente de Fisioterapia do Hospital de Câncer de MT

Comente esta notícia

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do A Notícia MT (anoticiamt.com.br). É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site A Notícia MT (anoticiamt.com.br) poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

image